Os segredos escondidos no System32

Alguma alma sensata falou para você fazer tudo na sua vida, mas não mexer no System32, a pasta principal do Windows que esconde arquivos de configuração e programas. Bem, isso é verdade, mas você não vai deixar isso te impedir, certo? Somos aventureiros, mesmo que isso deixe seu Windows todo zicado. Covardia aqui, não!

Obviamente, eu não me sinto na obrigação de me sentir culpado pelo que VOCÊ faz no SEU computador. Se for corajoso o suficiente, vamos desbravar.

Os comandos que você abre como o Gerenciador de Tarefas, Mapa de Caracteres e até mesmo a Calculadora estão na pasta System32. Se você não sabe, agora sabe. Se você sabe, ótimo pra você, você é um usuário mais pra avançado e talvez este artigo não seja pra você. Mas não é por causa disso que você vai parar a leitura, certo?

Que muitos não sabem é que existem programecos escondidos como o:

  • Editor de caracteres particulares

Ele faz exatamente o que diz, embora você não tenha entendido. Ok, vou explicar. Muitas vezes você precisa de caracteres especiais, como ™ ou Ž ou ò. Sim, letras acentuadas são caracteres especiais para muita gente, principalmente em idiomas que não possuem vogais acentuadas. Cada caractere (seja em alfabeto latino, grego ou cirílico) recebe um código. O código é acionado e o Sistema Operacional coloca na tela. O Mapa de Caracteres tem vários, ótimo, maravilhoso. Entretanto, você pode criar o seu próprio, de acordo com o que você possa necessitar.

O arquivo executável que você deve rodar é o eudcedit.exe. Não, você não corre o risco de zicar o seu Windows. Pode rodar. A primeira tela que aparece é esta aqui:

Ela dá os campos para você escolher onde seu caractere será alocado em termos de código hexadecimal. Não, não é um recurso infinito. Clicou? Aparecerá outra tela. É a tela de desenho.

Use seus dons artísticos para criar o seu novo caractere. Sim, ele ficará feio neste tamanho, mas quando transformado em “letra”, digamos assim, ele terá uma resolução melhor. Depois de desenhado, vá em ARQUIVO > VINCULOS DE FONTES.

Na tela que vai aparecer, escolha todas as fontes e é só isso. Não sabe onde está? Dê uma olhada no Mapa de Caracteres. No campo FONTES, role as opções até achar “Todas as Fontes (caracteres particulares)” e ele estará lá.

Clique na sua criação e escolha “copiar”. Então você pode abrir o Word, por exemplo e dar Ctrl+V

O problema é que:

1) Não vai funcionar com o Browser, por exemplo.

2) Ele não vai aparecer em outro computador. Por isso caracteres particulares. Mas você pode imprimir em PDF.

· Gravador de Passos

Você tem horas que precisa ajudar alguém, certo? Se não é o caso, o mais certo que seja você quem mais precisa de ajuda. O Gravador de Passos é uma mão na roda. Basra rodar o programa psr.exe. com ele, você começa a gravar e faz passo a passo o que pretende ensinar e ele vai tirando screenshots de tudo o que estiver sendo feito: clicando ali, clicando aqui, minimizando, maximizando etc. Não, ele não está gravando um vídeo, está tirando fotos. E quando salvar ele vai criar um arquivo *.MHT com todas as imagens, que é essencialmente uma página HTML com imagens encapsulada num único arquivo. Como? Editar? Não precisa, pois ele mesmo diz o que foi feito. Simples e eficaz.

  • Assistência rápida

Ajudar as pessoas virou seu forte? Então você pode ir para a Assistência Rápida, que é o que diz: dar uma ajuda a outra pessoa que está usando Windows, cada um no seu canto. Rode o programa quickassist.exe e clique no botão “Ajudar outra pessoa”. Vai ser gerado um código válido por 10 minutos. A outra pessoa deve rodar este programa também e entrar este mesmo código e pronto. Conexão estabelecida.

Sim, é muitíssimo parecido com o Teamviewer, com a diferença de não ser o queijo suíço que o Teamviewer era.

  • Ferramenta de Remoção de Software Mal-Intencionado

Bem, o título é auto-descritivo, não? Basta rodar o programa MRT.exe e ele vai pedir confirmação se você quer realmente rodar a ferramenta, o tipo de coisa que eu acho absurdamente idiota. Tipo, eu já tinha acionado o programa, não?

Ele vai perguntar se você quer uma busca rápida nos locais mais comuns onde se pode ter software malicioso ou uma busca profunda. Daí ele faz o resto.

  • Assistente para criar pasta compartilhada

Suponha que mais de uma pessoa use seu computador, mas tenha um usuário próprio no Sistema. Suponha que você não tenha muitos HD, mas queira uma pasta compartilhada com outra pessoa. O Assistente de Pasta Compartilhada ajuda nisso. Ele apareceu nos tempos do Windows XP, mas como hoje as pessoas podem ter um HD grande dividido em duas partições, ou mais HD ou simplesmente usa Dropbox, ele meio que perde o sentido, né? Ainda assim, se você quiser explorar, basta clicar no arquivo shrpubw.exe.

Gostou das dicas? Excelentes, né? Tem muito mais na pasta System32. Mas eu recomendo testar só os arquivos *.exe, que são os arquivos executáveis. Mas, se mesmo assim você está receoso, não tem problemas. Todos esses programas possuem atalhos no menu Windows, nas pastas “Acessórios do Windows”, “Facilidade de acesso” e “Ferramentas administrativas”. Tá tudo lá.

Mas por que você me fez ir na pasta System32?

Porque se eu falasse dos atalhos ia acontecer duas coisas:

1) Você não ia se sentir “O” hacker.

2) Você não iria ver, porque são só atalhos e não iria chamar a atenção.

Desperte seu lado desbravador, já que tem coisa lá na System32 que não aparecem atalhos no menu Windows. O que é? Vai lá fuçar e descubra por si só.

Um comentário sobre “Os segredos escondidos no System32

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s